PRODUÇÃO DE CEVADA

O êxito da MOSA não depende apenas de uma boa gestão comercial, mas, entre outros fatores, também de sua capacidade para manter um vínculo estreito com os produtores de cevada, pois, em sua concepção, esses são parte integral de sua cadeia de abastecimento.

O agricultor, que assumindo riscos, coloca todo seu conhecimento para conseguir que a cevada se expresse em seu máximo potencial, é um dos pilares da existência da MOSA.

Entendemos que é imprescindível apoiar nossos distribuidores e produtores de cevada cervejeira, seja através da assistência permanente por parte de nossos técnicos, seja mantendo sempre abertos os canais de comunicação.

DEPARTAMENTO AGRÍCOLA

A determinação de origem de cevada cervejeira se realiza por meio da contratação direta através de nossos distribuidores localizados em diferentes zonas do país, que abrange principalmente os departamentos de Colonia, San José, Flores, Florida, Soriano e Río Negro.

Atualmente a MOSA dispõe de um sistema informático que mediante o georreferenciamento, e uma base de dados on-line permite manter um registro de cada parcela agrícola contratada, assim como dos trabalhos nelas realizados. Desta maneira se assegura a rastreabilidade e qualidade da cevada que depois ingressa ao processo industrial.

ACCESO LUGUS

PRODUÇÃO DE SEMENTES

O objetivo principal da atividade de produção de sementes da MOSA é, constantemente, produzir e comercializar em quantidades suficientes as melhores sementes do mercado em termos de qualidade física e fisiológica das variedades de cevada cervejeira com comprovada qualidade de malte e alto potencial produtivo a um preço competitivo.

Para tanto a produção de sementes é certificada e controlada, cumprindo com os mais exigentes parâmetros de qualidade, conforme as normas de produção nacional estabelecidas e reguladas pelo Instituto Nacional de Sementes. Certificação que se produz em todas as etapas do processo de produção, desde o plantio, desenvolvimento do cultivo, colheita, recebimento na planta de sementes, assim como também no processamento, etiquetado e ensacamento dos lotes de sementes.

A MOSA está associada às principais instituições nacionais integradas pelas empresas que produzem sementes, Câmara Uruguaia de Sementes (CUS) e Associação Uruguaia para a Proteção dos Obtentores Vegetais (URUPOV).

PESQUISA E DESENVOLVIMENTO

O Programa de Desenvolvimento Varietal tem como objetivo principal desenvolver variedades de cevada cervejeira de excelente qualidade de malte e agronômica. Neste sentido, focaliza na seleção a campo de germoplasma heterogêneo fornecido por renomados programas de melhoramento europeu e da região.

A seleção a campo implica avaliar anualmente uma média de 400 genótipos experimentais em diferentes localidades situadas na zona núcleo de produção de cevada.

A caracterização do comportamento agronômico de cada cultivo se efetua considerando rendimento, adaptação a diferentes ambientes e resistência a doenças.
Esta atividade de seleção agronômica, complementa-se com a seleção conforme a qualidade do malte dos novos cultivos avaliados, dados que são obtidos através do processo de malteação de pequenas quantidades de grão em nossa micromaltaria, encurtando substancialmente o processo de seleção.

Somado a esta atividade, o Programa de Desenvolvimento Varietal e a Área Agrícola e Industrial da MOSA integram, desde 1992, a Mesa Nacional de Entidades de Cevada Cervejeira (MNECC).

A Mesa, constituída pelo Instituto Nacional de Pesquisa Agropecuária (INIA), a Faculdade de Agronomia (FAGRO), o Laboratório Tecnológico do Uruguai (LATU), Instituto Nacional de Sementes (INASE) e as empresas de malte, foi criada com a finalidade de “instrumentar um Programa Nacional de Pesquisa e Melhoria Tecnológica do Cultivo e do Processo visando produzir cevada cervejeira de alta qualidade”. Este âmbito de trabalho e discussão técnica permitiu articular as atividades de pesquisa com as de produção de cevada cervejeira a nível nacional.

Variedades Comerciales